Na sequência das reacções sequentes ao pedido de refiliação, no PSD, pelo Dr. António Capucho, o Cascais Diário , recebeu o seguinte esclarecimento:

Tomei conhecimento através da LUSA da aprovação pela Comissão Política da Secção de Cascais de uma "moção que dá parecer desfavorável à admissão na Concelhia de Cascais”.

Não estranho a decisão, por razões que me abstenho de referir por agora, mas saliento o seguinte:

1. Segundo acabo de saber o processo entregue na sede nacional ainda não foi remetido à Secção de Cascais, pelo que a decisão é extemporânea.

2. Ignoro os fundamentos que têm obrigatoriamente de ser invocados para a recusa da minha admissão, escolhidos de entre os que constam no regulamento aplicável, mas não vislumbro que qualquer deles seja elegível.

3. Nos termos do mesmo regulamento não se trata de uma decisão final, pois a recusa fundamentada seguirá para a Comissão Política Distrital e, se esta mantiver o parecer negativo, remete o processo ao Secretário-Geral e é a este que cabe decidir em definitivo sobre a admissão.

4. Indiquei a Secção de Cascais para a inscrição e não qualquer outra em que não tivesse qualquer dúvida sobre a emissão de parecer favorável (o que é possível nos termos do referido regulamento) porque aqui resido há 70 anos, porque estive na génese da implantação do PPD no Concelho, tendo presidido a várias Comissões Políticas Concelhias em acumulação com o cargo de Secretário-Geral, porque aqui fui militante de base activo e porque aqui derrotei o PS nas eleições autárquicas em três eleições subsequentes, sempre com maioria absoluta.   

5. Lamento que, em manifesto gesto de cobardia política, a Secção não tenha correspondido à minha disponibilidade para participar na reunião a fim de justificar o meu pedido e esclarecer quaisquer dúvidas.

 

Cascais, 2019.09.06

António d’Orey Capucho


TAGS: ,

Cascais Diário

"Com o tempo… uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta … formará um público tão vil, tão injusto e tão hipócrita quanto ela própria". Alertado por este pensamento de Joseph Pulitzer, o Cascais Diário surge para se afirmar como um projecto de grande informação, orientado por critérios de rigor, transparência,  verdade, criatividade editorial e oportunidade, sem qualquer dependência de ordem ideológica, política, económica, moral ou religiosa.

Estatuto Editorial

Sede
Rua 5 de Julho, 175 - 2775-044 PAREDE
Propriedade
OCSE - Comunicação Social e Eventos, Lda
Publicidade
999 999 999

Mais Recentes

09
maio2020

Máscaras à sombra

Passados quase dois meses sobre o início do estado de emergência, e agora que começa paulatinamente...

04
Nov.2019

Carreiras + propagan...

A Câmara Municipal de Cascais publicou hoje um post a dizer o seguinte: “O Bairro dos Museus e a Fun...

29
Set.2019

João Vieira conquist...

Numa prestação a todos os títulos brilhante o atleta do Sporting, João Vieira, conquista a medalha d...

26
Set.2019

ESCÂNDALO. Proteção...

Valdemar Pinheiro, 2019 09 26 - Cascais24 - Mónica Araújo Silva, 48 anos, de nacionalidade brasilei...