TERMINA NO DIA 17 (SEXTA-FEIRA) o prazo para reclamar da alteração ao PDM pretendida pela CMC.
Essa alteração visa eliminar a referência ao número máximo de pisos como critério limitador da construção em 5 casos particularmente relevantes: 2 na entrada nascente de Cascais (zona do Jumbo); Carcavelos; Marina de Cascais e Praça de Touros.

A CMC com essa alteração visa EXCLUSIVAMENTE beneficiar os promotores imobiliários dessas obras, permitindo que os mesmos construam, na mesma área, mais pisos.

Tudo isso porque esta porposta de alteração do PDM pretende, para efeitos de licenciamento, deixar ao livre arbítrio da Câmara a decisão final do que se entende por "UM PISO".

Todos nós aprendemos que "um piso" ... é isso mesmo: uma superficie habitacional nivelada construida a uma determinada altura do solo.

Parece que alguém aprendeu por outras cartilhas da geometria e nos quer impingir novos conceitos, ou seja: ... um "Duplex" ou um "Triplex" podem ser igualmente considerados como "UM PISO" ... se as doutas cabeçorras do urbanismo assim o entenderem. Efectivamente, uma interpretação que me faz a maior das confusões.

Ou seja, alguém pretende AGRAVAR SUBSTANCIALMENTE A DENSIDADE POPULACIONAL EM ZONAS JÁ CRÍTICAS, como por exemplo a que é abrangida pelo Parque Natural, como é o caso da Marina e outra já sujeita às limitações de um plano de ordenamento como a zona costeira de Carcavelos.

É importante que todos aqueles que são contra a perda do caráter da Vila e que defendem menos construção e mais qualidade de vida, se oponham e manifestem essa oposição.

A reclamação/oposição é dirigida ao Presidente da CMC, e deve seguir o modelo da minuta que encontrará no seguinte link::

https://www.cascaisdiario.pt/…/participacao_alteracao_pdm_c…

Uma vez preenchida deverá ser enviada utilizando do endereço de email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Apelo a todos os que gostam de Cascais e que desejam um Cascais melhor (e não um Cascais totalmente subjugado pelos interesses imobiliários) para partilharem e apresentarem as suas reclamações neste processo de consulta pública que termiona no próximop dia 17.


Cascais Diário

"Com o tempo… uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta … formará um público tão vil, tão injusto e tão hipócrita quanto ela própria". Alertado por este pensamento de Joseph Pulitzer, o Cascais Diário surge para se afirmar como um projecto de grande informação, orientado por critérios de rigor, transparência,  verdade, criatividade editorial e oportunidade, sem qualquer dependência de ordem ideológica, política, económica, moral ou religiosa.

Estatuto Editorial

Sede
Cascais
Propriedade
OCSE - Comunicação Social e Eventos, Lda
Publicidade

Mais Recentes

26
Nov.2020

Intolerância

Uma das definições de tolerância é a qualidade de aceitar opiniões opostas às suas. A intolerância s...

26
Nov.2020

Os intocáveis dos re...

A introdução do voto como elemento legitimador do poder, que ocorreu com as revoluções liberais na E...

24
Nov.2020

A sociedade precisa...

“A sociedade necessita de medíocres que não ponham em questão os princípios fundamentais e eles aí e...

17
Out.2020

StayAway Covid: será...

Esta semana, o Governo entrou oficialmente em derrapagem com a ideia de nos obrigar a andar com uma...