Segundo os responsáveis da Associação "Juntos por Cascais", o cartaz que, há três dias, tinha colocado junto à entrada da vila quando se vem da Marginal,  foi vandalizado por desconhecidos que cortaram as fixações inferiores da estrutura deixando-a mercê do vento e da intempérie, correndo o risco de se desintegrar.
 
É muito possível que a mensagem política e o grafismo contidos neste cartaz, não agrade a certas pessoas, nem às entidades municipais que têm vindo a desconfigurar o arranjo urbano de Cascais de uma forma que, embora desagradando profundamente à maioria da população aparenta trazer chorudos benefícios para alguns. 
 
Contactados os responsáveis pela Associação, referiram que "o quadro jurídico que envolve estas impopulares alterações urbanísticas resulta da uma alteração ao PDM que permite ao executivo camarário não só decidir conforme muito bem lhe convém, como ratificar essas mesmas decisões nas reuniões da Assembleia Municipal onde detem a maioria absoluta". Aliás, estas mesmas razões, já "determinaram  o início da construção de muitas das megalómanas estruturas de betão que estão a invadir e a destruir a tradicional beleza que tão bem caracterizava Cascais".
 
Há já algum tempo que a Associação "Juntos por Cascais" tem vindo a zelar pela conservação dos traços originais que fundaram a personalidade da Vila.
Em declarações ao jornal, o Dr. João Sande e Castro, disse: "Somos cascaenses preocupados com o futuro da nossa terra. Inconformados com a betonização sistemática de Cascais, com a destruição do património e com o pouco cuidado com o ambiente.
Decidimos reunirmo-nos numa associação que defenda o património construído e ambiental do concelho de Cascais, promova a participação cívica dos cidadãos e defenda um concelho moderno respeitador da sua identidade social e histórica.
Somos hoje algumas dezenas. Muitos com participação cívica anterior em causas ambientais e urbanísticas que interessam a Cascais ou no fórum de debate do grupo Também És Cascais. Muitos outros participam pela primeira vez num movimento cívico em prol de Cascais".
 
Para além de se pretender proteger as magníficas casas e demais estruturas construidas por famosos arquitectos do nosso passado, os cuidados desta associação estendem-se à preservação das zonas verdes e das árvores seculares que têm sido abatidas para dar lugar a maciços de betão que forçosamente desqualificam o local e o tornam igual a qualquer outro ... em qualquer parte do mundo!
 

Cascais Diário

"Com o tempo… uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta, formará um público tão vil, tão injusto e tão hipócrita quanto ela própria". O Cascais Diário surge para se afirmar como um projecto de informação, orientado por critérios de rigor, verdade, criatividade editorial e oportunidade, sem qualquer dependência de ordem ideológica, política, económica, moral ou religiosa.

Estatuto Editorial

Sede
Cascais
Propriedade
OCSE - Comunicação Social e Eventos, Lda
Publicidade

Mais Recentes

22
Jan.2021

NOVAS MEDIDAS em vig...

Neste período,  decisivo para o nosso combate ao Covid ... será essencial uma disciplina, uma c...

21
Jan.2021

Amanda Gorman concen...

São as palavras que dão significado e importância às mensagens. Depois, são os atos que, pela coerên...

20
Jan.2021

We the people of the...

Da fragilidade da democracia ... à prevalência da democracia. parece que a normalidade voltoudo...

18
Jan.2021

As terríveis 10 estr...

Noam Chomsky é um dos intelectuais mais respeitados do mundo. Este pensador americano foi considerad...